Cuide bem do seu cliente, ele é quem faz a sua clínica feliz!

Equipe SimplesVet  –  

Tempo de leitura: 3 minutos

O mercado de clínicas veterinárias e pet shops vive um momento de excesso de oferta. Quando falamos de grandes cidades, em praticamente todos os quarteirões podemos encontrar estabelecimentos voltados para o segmento pet e o que não falta nesse segmento é cliente.

E se a oferta anda mais do que a demanda, os preços tendem a cair. Com a faca e o queijo na mão, o consumidor infelizmente está assumindo uma postura de valorizar cada vez mais o preço em detrimento da qualidade.

O que ele precisa entender é que nessa situação, a maior vítima desse comportamento é ele mesmo e o seu animal de estimação. As clínicas veterinárias devem estar preparadas para receber esse cliente e mostrá-lo que o preço é apenas uma das variáveis do que ele está comprando. Existe uma outra variável tão importante quanto o preço: a qualidade do atendimento.  E para lhe ajudar na preparação de sua equipe vão aqui algumas dicas.

Saiba o que o seu cliente pensa de você

O primeiro passo deve ser entender o que o cliente pensa de sua empresa. E a forma mais fácil é: perguntando a ele, é claro. Existe uma metodologia bem bacana para esse entendimento que é a Net Promoter Score (NPS).

Com ela você poderá ter uma boa base do que o seu cliente pensa de você. Em poucas palavras, ela avalia a opinião do cliente com apenas uma pergunta: De zero a dez, o quanto você indicaria a minha clínica veterinária a seus amigos?

Respeite o cliente em sua clínica

Esse é um aspecto básico, mas que muita gente não dá importância. Só para registrar, o cliente sempre dá importância. Ele sempre se importa se foi atendido no horário marcado, se as pessoas foram cordiais no atendimento, se os preços cobrados foram justos e se o seu animal foi tratado com o devido carinho.

Podemos dizer que todos esses aspectos não passam de obrigação para uma boa clínica veterinária. Mas como você deve saber, nem todas as clínicas pensam assim. Portanto, se você observar essas regras, apesar de não fazer mais que a obrigação, já será um grande diferencial a seu favor.

Ofereça produtos e serviços adequados

É claro que o seu cliente deseja ser bem atendido. Mas não é só isso, ele precisa que os produtos e serviços sejam adequados para ele. O consumidor do mercado pet em sua grande maioria compra pela emoção.

E com certeza, todos os que vendem para eles se utilizam disso para vender mais. Até esse ponto tudo bem. Será? O seu cliente NUNCA deve sair do seu estabelecimento com a sensação de ter sido ludibriado. E o bom vendedor sabe até onde pode ir. Se você não sabe até onde deve ir, um princípio básico é não abusar da boa fé do seu cliente.

Priorize os seus clientes

O cliente tem sempre a razão? É claro que essa afirmação nem sempre é verdadeira. Sabemos que existem clientes e clientes. Mas lembre-se que o foco é no cliente. Ele é a razão de ser de sua clínica. Então você não pode perder o foco de que tudo tem que ser voltado para ele. O que o cliente vai achar da disposição da recepção de minha loja? Vai causar uma boa impressão? E a farda dos funcionários? Será que está passando para o cliente a imagem da minha empresa da forma que eu desejo? Pense sempre em como o cliente vai avaliar as suas decisões.

Se você seguir as dicas desse artigo, já vai estar na frente de grande parte da concorrência. E tenho certeza que não falei nenhuma novidade. Todos nós também somos clientes, já sabemos de tudo isso. Porque os nossos clientes pensariam de forma diferente? É só colocar em prática começar a colher os resultados!

Receba conteúdos exclusivos sobre o mercado pet

É suuuper simples: em segundos, você faz seu cadastro.

"*" indica campos obrigatórios

Posts relacionados

Decoração para banho e tosa: veja ideias!

Guia Completo para Fidelização de Clientes em Pet Shops

Pós-venda: saiba como reter clientes em negócios pet