Certificado digital A1 e A3: qual a diferença entre eles?

Equipe SimplesVet  –  

Tempo de leitura: < 1 minutos

Certificado digital: O que é? Pra que serve? Pra te ajudar, reunimos as principais informações sobre esse novo tipo de assinatura eletrônica, as diferenças entre os modelos de certificado e como você pode utilizá-los. Afinal: você precisa ter um certificado digital?

Quem possui a dupla jornada de gerir um pet shop e ainda atuar como veterinário sabe que precisa lidar com questões administrativas, financeiras e tributárias. Nesse sentido, é bem comum que gestores não conheçam direito o que é um certificado digital – e muito menos a diferença entre os modelos existentes.

Vamos começar do básico: o certificado digital é uma assinatura eletrônica que representa a identidade de uma pessoa física ou uma empresa. Ele utiliza chaves criptografadas que garantem a validade jurídica e dão mais segurança a processos realizados pela internet.

O que é o certificado A1?

O certificado A1 é um arquivo digital com validade de 1 ano. Esse modelo permite que você acesse o arquivo de qualquer lugar já que ele estará em um servidor.

Por exemplo, se você não está no pet shop ou clínica veterinária, mas precisa emitir nota fiscal, pode fazer com o seu próprio computador de casa ou de qualquer outro local que você esteja.

O que é o certificado A3?

O certificado A3 é um dispositivo físico ou token, que se parece com um pen drive ou cartão de memória. Ele tem validade de 1 a 3 anos. Para utilizá-lo, você deve conectar ao computador e precisará de uma leitora de cartão.

Portanto, sempre que for acessar o certificado, o dispositivo físico deve estar com você. Além disso, você precisa inserir uma senha e, caso um funcionário utilize o arquivo, é preciso passar para ele.

Quando você deve utilizar o certificado digital?

Tanto o modelo A1 quanto o A3 possuem a mesma função: ser a identidade eletrônica de uma pessoa física ou empresa. Além disso, ele serve para assinar documentos digitais e tem validade jurídica e fiscal.

Mas, qual é a utilidade do certificado digital no seu pet shop ou clínica veterinária?
Ele pode ser utilizado em diversas situações, como:

1. Emitir nota fiscal do consumidor eletrônica (NFC-e)

Os órgãos reguladores solicitam que a empresa tenha um certificado digital para validar as informações compostas na nota fiscal do consumidor eletrônica. Essa é uma maneira de evitar fraudes e fazer com que a sua clínica veterinária ou pet shop fique em dia com o fisco.

2. Reconhecer firma

Você não precisa reconhecer firma apenas em cartórios, tendo que ir presencialmente até eles. Com o certificado eletrônico, é possível garantir a autenticidade dos dados fornecidos no ambiente online.

Um caso comum é quando você vai contratar algum funcionário. Dependendo do tipo de admissão, há a necessidade de ambas as partes assinarem contratos. Então, você pode utilizar o certificado digital para facilitar o processo.

3. Assinar contratos

É possível assinar contratos sem ser no método tradicional, à caneta. O certificado digital valida as informações e o documento como um todo.

Por exemplo, se você precisa fechar um contrato com um fornecedor de ração para os pets, pode ser um alternativa interessante utilizar o certificado digital para dar segurança e agilidade ao procedimento.

4. Garantir segurança na troca de emails

Sabemos que os emails são vulneráveis a ataque de hackers. Então, uma opção é utilizá-los com um certificado digital, no qual garante segurança às informações trocadas. Mas, para isso, é preciso que o contato também tenha um certificado.

Nesse caso, você pode solicitar que um fornecedor de brinquedos para pets, por exemplo, instale o certificado. Assim, as negociações são certificadas e continuam confidenciais.

Vale a pena ter um certificado digital?

O certificado digital surgiu para facilitar a vida de muitos empreendedores que possuem diversas tarefas para fazer no seu dia a dia.

Você já lida com diversas ações emergenciais na clínica, precisa ficar conectado com a sua equipe fora do expediente, imagina ainda ter que lidar com questões tributárias e burocráticas?

Essas ações demandam um tempo que poderia ser melhor investido no seu pet shop, como melhorar o atendimento ou a sua gestão em geral.

Por isso, apostar em transações online é a realidade do mercado, mas é preciso adotar mecanismos de segurança, que é o foco do certificado digital.

É bem comum que gestores não saibam a diferença entre certificado A1 e A3, mas é preciso entender esses conceitos para escolher qual é o modelo que mais se encaixa ao seu negócio. E se você ainda tiver alguma dúvida, aproveite para contar com o apoio do seu contador.

Experimente o SimplesVet

Posts relacionados

Receba conteúdos exclusivos sobre o mercado pet

É suuuper simples: basta cadastrar seu nome e e-mail.

"*" indica campos obrigatórios