NFC-e: o que é e como emitir no meu pet shop

NFC-e: o que é e como emitir no meu pet shop

Equipe SimplesVet  –  

Tempo de leitura: 6 minutos

Se você possui um pet shop, sabe que a venda de produtos ao consumidor é uma parte essencial do seu dia a dia. E, nesse cenário, a emissão da nota fiscal também. E por isso hoje vamos falar de um grande aliado dos gestores pet: a NFC-e.

A NFC-e, ou Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, é um modelo eletrônico de nota fiscal que trouxe inúmeras vantagens para os empreendedores.

Esse modelo de nota fiscal te ajuda a simplificar o processo de emissão de notas no seu pet shop, trazendo mais agilidade e eficiência para o seu negócio. Com ela, você esquece até das notas fiscais impressas!

Neste artigo, vou te explicar em detalhes as vantagens desse tipo de nota, os requisitos para utilizá-la e como você pode emitir a NFC-e de forma descomplicada no seu pet shop. Tudo pronto? Vamos lá!

Quais as vantagens da NFC-e?

Antes de começarmos, uma pergunta: você sabia que na maioria dos estados do Brasil a emissão de NFC-e é obrigatória para venda de produtos? Pois é! Conhecendo a existência dessa exigência, é natural se questionar sobre as vantagens de utilizar a NFC-e em vez das notas fiscais tradicionais e impressas, não é mesmo? 

Por isso te convido a explorar algumas dessas vantagens e entender por que a NFC-e pode ser uma ótima opção para simplificar a emissão de notas fiscais no seu negócio.

Entre as principais vantagens, destaco seu formato de emissão totalmente eletrônico. Isso reduz os custos com papel e impressão, além de trazer mais agilidade na emissão e a facilidade de armazenamento das notas fiscais.

Além disso, a NFC-e traz mais segurança para o seu pet shop, garantindo o cumprimento das obrigações fiscais. Por ser feito online, ela fornece as informações à Secretaria da Fazenda de maneira automática.

Por isso, não é de se espantar que essa forma de emissão de notas fiscais tem se tornado cada vez mais popular. As vantagens são muitas, tanto para o gestor do pet shop quanto para o cliente final.

Ficou curioso em conhecer mais? Então vou te contar mais algumas vantagens da NFC-e. Olha só:

  1. Acesso em tempo real: com a NFC-e, você tem acesso imediato aos dados das vendas realizadas no seu pet shop. Isso significa que você pode consultar e acompanhar as informações fiscais em tempo real, facilitando o controle financeiro e ajudando na tomada de decisões estratégicas;
  2. Menos burocracia: ao utilizar a NFC-e, o gestor do pet shop se beneficia de diversas formas. Além da redução de custos com papel e impressão, a emissão eletrônica traz mais agilidade para o processo de venda. Com menos burocracia, você ganha tempo e pode se dedicar a outras atividades importantes para o sucesso do seu negócio;
  3. Simples para o cliente: a NFC-e também traz benefícios para o cliente final. Com essa nota fiscal eletrônica, o consumidor tem acesso imediato à sua nota de compra por e-mail, facilitando o controle de suas despesas. Isso demonstra transparência e competência por parte do pet shop, fortalecendo o vínculo com o cliente;

Ao utilizar a NFC-e como forma de emissão de notas fiscais no pet shop, você acaba adotando uma solução moderna e eficiente. Ela simplifica processos, reduz custos e oferece uma experiência mais positiva tanto para você quanto para o seu cliente. Isso não é interessante?

Controle de vacinas, estoque e mais.
Gestão pet é com SimplesVet.

O que é preciso para emitir a NFC-e?

Agora que você já sabe as vantagens de adotar a NFC-e para o seu negócio, vamos pôr a mão na massa e começar a emitir essas notas!

Para que você possa começar a emitir a NFC-e no seu pet shop, existem alguns requisitos e procedimentos que precisam ser preenchidos. Aqui, entramos num lado mais técnico da coisa.

NFC-e: o que é e como emitir no meu pet shop: um cachorro branco está sentado em frente a um pet shop, que está desfocado atrás dele
Portão (PR), cliente SimplesVet

Mas não precisa se preocupar! Com as nossas dicas, você consegue resolver tudo rapidinho de forma simples e eficiente. Anote aí!

  1. Credenciamento para emissão: para emitir uma NFC-e, é necessário ter um CNPJ credenciado. Na maioria dos estados, é possível fazer esse credenciamento pela internet, no site da SEFAZ. Para fazer isso, vale a pena entrar em contato com o seu contador para obter mais informações sobre o processo. É bom destacar que para obter o credenciamento, você precisa ter uma inscrição estadual regularizada;
  2. CSCs de Homologação e Produção: a sigla CSC significa Código de Segurança do Contribuinte. Esse código é fornecido pela SEFAZ no momento do credenciamento. Ele é importante para garantir a autoria e a autenticidade da sua NFC-e quando emitida por algum software;
  3. Certificado Digital: o Certificado Digital é um arquivo importante para muitas empresas. Ele funciona como uma identidade virtual, garantindo a autenticidade das informações online. Por isso ela é tão importante para a emissão das Notas Fiscais Eletrônicas;
  4. SAT: esse ponto é especialmente para empresas com CNPJ emitidos no estado de São Paulo. Se esse for o seu caso, será necessário também a aquisição do SAT (Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos) fiscal. Ele é utilizado para a emissão de notas fiscais em contingência. É recomendado bater um papo com o seu contador sobre esse assunto;
  5. Sistema que emite NFC-e: com todos os itens acima prontos, agora você precisa de um bom sistema que seja capaz de emitir a NFC-e. Existem diversas opções disponíveis, e é importante escolher um que atenda às suas necessidades e esteja em conformidade com as exigências da SEFAZ.

Pulo do gato: Se você está procurando um sistema confiável e integrado para emissão de NFC-e, o SimplesVet é uma excelente opção. Com ele, você pode simplificar todo o processo e ter um controle mais eficiente das suas notas. 

Agora com todas essas informações, você estará pronto para começar a emitir a NFC-e no seu pet shop. Ao seguir esses requisitos, você garante a conformidade e a legalidade das suas notas fiscais.

Como fazer a emissão de NFC-e no meu pet shop?

Para realizar a emissão da NFC-e no seu pet shop, é necessário contratar um bom sistema emissor de notas fiscais. Isso vai fazer toda a diferença no seu dia a dia.

Com ele em mãos, e após seguir as dicas do tópico anterior, você já deve estar 100% preparado para começar a emitir NFC-e no seu pet shop.

Por isso que aqui vou listar mais algumas informações que podem te ajudar a escolher o sistema ideal para emitir suas NFC-e:

  1. Opte por um sistema confiável e integrado. Isso vai te ajuda a evitar problemas futuros, como notas recusadas ou dificuldades na gestão fiscal;
  2. Um bom sistema de gestão integrada permite que você centralize todas as informações e operações fiscais em um só lugar. Isso facilita a emissão de notas fiscais de produtos, serviços e devolução;
  3. Além disso, um sistema confiável garante que todas as obrigações fiscais sejam cumpridas corretamente, evitando transtornos e penalidades.

Depois disso, você já deve ter percebido que o segredo para uma boa administração pet está na escolha de um bom sistema de gestão integrada, certo? E é aí que entra o SimplesVet, que falamos lá em cima.

O SimplesVet é um sistema de gestão integrada desenvolvido especialmente para pet shops. E para deixá-lo ainda melhor, ele conta com um completo Módulo Fiscal.

Quer saber mais? Vem comigo que eu vou te contar tudo sobre essa ferramenta que pode revolucionar seu modo de gestão.

Mais de 6.700 empresas escolheram
SimplesVet para simplificar a gestão.

Módulo Fiscal: solução simples para pet shops

Lembra quando você precisava preencher todo o Cupom Fiscal, utilizando uma impressora específica? E ainda realizar operações complicadas e diárias como o fechamento da ECF, conhecido como Redução Z? Esqueça tudo isso!

O Módulo Fiscal do SimplesVet é a solução que vai simplificar a emissão de notas fiscais no seu pet shop. Ao permitir que você concentre todas as emissões de nota fiscal nele, você ganha praticidade e mais controle sobre suas operações.

Nesta ferramenta, você pode emitir as notas fiscais no ato da venda, garantindo que todas as transações estejam asseguradas fiscalmente. Esqueça a preocupação de emitir notas fiscais em sistemas diferentes e reduza o transtorno de gerenciar vendas e controle fiscal separadamente.

NFC-e: o que é e como emitir no meu pet shop: uma mulher está de costas na imagem e desfocada. Na frente dela temos um computador que está com o sistema SimplesVet aberto e em destaque
Pet Carioca (RJ), cliente SimplesVet

Ao utilizar o Módulo Fiscal, você ainda terá acesso à emissão de diferentes tipos de notas fiscais. Além da NFC-e que falamos aqui, você também poderá emitir a NFS-e (Nota Fiscal de Serviço Eletrônica) e a NF-e (Nota Fiscal Eletrônica).

Com o Módulo Fiscal do SimplesVet, você terá mais agilidade na emissão das notas fiscais. Ele garante que seus clientes recebam a documentação necessária no momento da venda.

Além disso, você terá um controle mais eficiente sobre suas obrigações fiscais, evitando problemas futuros e garantindo o pagamento correto de impostos.

Experimente o SimplesVet gratuitamente por 7 dias e descubra como o Módulo Fiscal pode simplificar a emissão de notas fiscais no seu pet shop. Tenha mais praticidade, controle e segurança fiscal, tornando a gestão do seu pet shop ainda mais eficiente.

Posts relacionados

Receba conteúdos exclusivos sobre o mercado pet

É suuuper simples: basta cadastrar seu nome e e-mail.

"*" indica campos obrigatórios