Plano de negócios para pet shop, saiba como montar!

Plano de negócios- para pet shop

Equipe SimplesVet  –  

Tempo de leitura: 9 minutos

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou, recentemente, que 48% das empresas no país têm menos de três anos de vida útil. Entre os pontos para esse fim precoce dos empreendimentos, a má gestão é citada. 

E para evitar ao máximo fazer parte dessa estatística terrível do mercado nacional, você deveria considerar a elaboração de um plano de negócios para o pet shop.

Agora, se você não sabe do que se trata ou não dá muita importância ao documento, siga com a leitura deste post. Nos próximos tópicos, vamos explicar não apenas o valor desse material, mas te mostrar um passo a passo para você aprender como fazer um plano de negócios para pet shop.

Como fazer um plano de negócios para pet shop?

Vamos começar definindo uma coisa aqui: você não vende produtos e serviços para o mercado pet: você soluciona (e antecipa) problemas de tutores que possuem ou planejam ter animais de estimação.

E vai além disso, inclusive. Porque você pode ter um público-alvo cujos pets são, em sua maioria, idosos, ou com pelos longos — o que demanda uma atenção toda exclusiva e diferenciada na hora do banho e tosa.

Sabe o que vai te ajudar a definir isso tudo antes mesmo de abrir a sua empresa? O plano de negócios do pet shop. Entenda, a seguir, como isso funciona.

Crie uma apresentação do negócio

Tente fazer um resumo executivo da sua jornada empreendedora. Para isso, descreva brevemente a sua visão para o pet shop, apresente informações sobre o mercado de pets na sua área e destaque os principais objetivos e metas do seu negócio.

Também é importante considerar uma descrição da empresa em si: explique a ideia central do seu pet shop, detalhe os produtos e serviços oferecidos e já avalie quem é esse perfil de consumidor que vai adorar conhecer as suas soluções.

Faça uma análise de mercado

Hora de levantar os olhos do seu plano de negócios do pet shop e olhar ao redor. Ou seja: você vai percorrer a sua região de atuação para identificar o trabalho da concorrência local e, em seguida, de todo o mercado.

Depois, é possível avaliar as tendências do setor, as carências e as oportunidades possíveis. Aí, é só cruzar com o perfil da sua marca para compor novas ideias inovadoras para o seu pet shop decolar desde o comecinho.

Adeque-se à legislação para pet shops

Assim como acontece com qualquer negócio, você deve alinhar o seu negócio à legislação vigente. Isso pode mudar de estado para estado, no Brasil, mas também existem as regulações federais, e é importante considerar isso antes de dar qualquer passo prático na execução de abertura da sua empresa.

Temos, inclusive, um post inteirinho sobre legislação para pet shops. Clique aqui para conferi-lo após finalizar esta leitura.

Escolha uma localização estratégica para o negócio

Vale a pena considerar a localização da sua empresa — vale MUITO a pena, na verdade.

Afinal de contas, conveniência, praticidade e eficiência são alguns dos principais pilares da experiência de compra memorável. E nada melhor, para isso, do que ter uma loja bem próxima ao seu consumidor, concorda?

Então, avalie as regiões onde pretende abrir o pet shop e identifique a densidade desse perfil por ali. Também não dói conhecer a concorrência nessas localidades. Assim, você vai saber exatamente o quanto você pode impactar seus consumidores e gerar diferenciais competitivos contra a competição.

Controle de vacinas, estoque e mais.
Gestão pet é com SimplesVet.

O que é necessário na estrutura de um pet shop?

A estrutura de um pet shop deve ser projetada para atender às necessidades dos clientes e proporcionar um ambiente seguro e confortável para os animaizinhos.

E, claro, adaptar o espaço e a estrutura conforme tudo aquilo que você identificou ao longo do plano de negócios do pet shop.

Mas, no geral, você pode considerar alguns elementos que estão presentes em grande parte dos pet shops. Confira, abaixo, quais são.

Lista de produtos para montar um pet shop
Hachiko (RJ), cliente SimplesVet

Local para a exposição de produtos e vendas 

A fachada do pet shop até pode chamar a atenção de clientes que passam pela rua, mas o local para a exposição de produtos e vendas também deve sustentar esse interesse inicial.

Para tanto, foque em criar um espaço fácil de circular (pessoas e pets), conferindo uma organização que ajude a compor a experiência de compra ágil, simples e surpreendente.

Área de banho e tosa 

Banho e tosa são serviços clássicos e fundamentais de qualquer pet shop — independentemente do porte da empresa. Justamente por isso, uma área dedicada faz toda a diferença. Ainda mais, quando os clientes conseguem ver o processo em execução.

Ou seja: integre a área de banho e tosa à recepção, separando-as por um vidro, por exemplo. Uma medida simples, mas suuuper funcional para cativar os tutores. 

Sala de espera 

Pense no conforto dos pets e dos humanos também: um cantinho de repouso e espera pelo atendimento pode ajudar a minimizar desconfortos e a impaciência dos consumidores. 

Sem falar que torna o seu espaço, no geral, muito mais atrativo.

Estoque de produtos

Seu estoque pode não ser visto pelos clientes, mas é o “coração” do pet shop. Pois um local padronizado, organizado e eficiente mantém a área de atendimento sempre abastecida.

E tem mais: um lugar alinhado ao porte e perfil do pet shop também garante que você vai identificar os produtos com mais saída (e aqueles “parados”) ou mesmo as mercadorias com o prazo de validade por expirar.

Mas já dá para adiantar que isso tudo pode ser facilitado com o uso de um software de gestão. Soluções como o SimplesVet garantem uma padronização operacional e automatizam muitas outras tarefas. Assim, você se preocupa mais com os aspectos analíticos e estratégicos do seu plano de negócios do pet shop, e a tecnologia cuida de atividades operacionais automaticamente.

Quais serviços/produtos podem ser oferecidos em um pet shop?

Que tal, agora, incluir algumas soluções que podem ajudar a constituir o portfólio do seu pet shop? A seguir, temos uma série de serviços e produtos que podem garantir maior capacidade de atendimento conforme as necessidades dos seus consumidores (e seus pets).

Acessórios

O segmento de acessórios tem ampla variedade de soluções — tanto em espécies de animais quanto para cada porte.

E, com isso, você pode montar um planejamento estratégico para suprir a demanda do seu público-alvo, exclusivamente. Também é sempre importante contar com produtos em geral que podem garantir boas vendas para o seu pet shop. Confira alguns exemplos, a seguir:

  • coleiras, guias e arneses;
  • camas e almofadinhas;
  • brinquedos para animais de estimação;
  • tigelas de alimentação e bebedouros;
  • caixas de transporte.

Adestramento

O adestramento de animais de estimação, especialmente cães, é uma parte importante dos serviços oferecidos por muitos pet shops. O adestramento visa ensinar comportamentos desejáveis e estabelecer uma comunicação eficaz entre o animal e seu tutor, facilitando:

  • o treinamento básico do pet a responder a comandos fundamentais (com opção para treinamentos mais avançados;
  • treinamento comportamental;
  • treinamento para filhotes;
  • treinamento para animais adultos e idosos.
Como fazer um plano de negócios para pet shop
Pet Carioca (RJ), cliente SimplesVet

Alimentação

A área de alimentação em um pet shop fornece aos clientes opções variadas e nutritivas para atender às necessidades alimentares dos animais de estimação. 

Lembrando que, com o plano de negócios para seu pet shop, você vai ter respostas valiosas para compor o segmento de alimentação da sua empresa.

Afinal, a diversidade de produtos é impressionante. Confira alguns exemplos, abaixo:

  • rações secas e úmidas;
  • petiscos e guloseimas (talvez, até produtos naturais ou focados em restrições alimentares);
  • produtos para uma alimentação natural e dietas especiais;
  • suplementos nutricionais;
  • alimentos para animais exóticos;
  • serviços de orientação nutricional, ajudando os clientes a escolher a melhor dieta para seus animais de estimação com base em idade, tamanho, raça e necessidades específicas.

Sem falar nos acessórios para alimentação, que incluem tigelas, comedouros automáticos, bebedouros e outros itens relacionados.

Atendimento médico veterinário

Nem todo pet shop precisa oferecer um serviço de atendimento médico veterinário. Mas pode ser uma oportunidade e tanto para concentrar todo o atendimento dos pets em um só lugar. Especialmente, quando você usa boas estratégias para atrair clientes (e fidelizá-los).

No caso do atendimento veterinário, lembre-se de que você precisa de profissionais qualificados para isso, em sua empresa. O mesmo se aplica, inclusive, nos casos em que o pet shop oferece medicamentos, apenas — a presença do veterinário é obrigatória nessas situações.

Portanto, pense que, caso pense em incluir o atendimento médico veterinário, muita coisa vai mudar na estrutura da sua empresa. Inclusive, no plano de negócios do seu pet shop.

Afinal, é todo um segmento que demanda atenções especiais e alinhamentos específicos para estar em alinhamento com a legislação vigente.

Saiba também: como criar um procedimento operacional padrão para pet shop (POP)?

Creche

A creche é um serviço cada vez mais popular em pet shops, proporcionando aos tutores uma solução para cuidar de seus animais de estimação enquanto estão no trabalho ou em outras situações em que não podem estar presentes. 

Com um serviço diferenciado assim, você pode oferecer:

  • supervisão profissional por meio de uma equipe treinada e experiente para praticar as atividades dos pets na creche;
  • garantias de segurança e do bem-estar dos pets durante todo o tempo em que estiverem na creche;
  • áreas de recreação para exercitar, entreter e gerar bons momentos de lazer para os pets;
  • horários definidos para grupos de animais variados, focando, por exemplo, no tamanho, temperamento e nível de energia para proporcionar interações positivas;
  • estrutura total para planejar um dia estimulante, seguro e divertido para os pets (inclusive, com áreas tranquilas e confortáveis para os animais descansarem quando necessário).
  • Também é importante garantir alimentação adequada e seguir as orientações dos proprietários sobre dietas específicas.
O que devo saber antes de abrir um pet shop
Amahvet (SP), cliente SimplesVet

É também importante manter uma comunicação aberta e regular com os proprietários sobre o comportamento e o bem-estar de seus animais e notificar imediatamente em caso de problemas ou situações de emergência.

Dessa maneira, a creche não apenas oferece uma solução prática para os proprietários, mas proporciona aos pets a oportunidade de socialização, exercícios e atenção adequada.

Higiene

Produtos de higiene podem conferir muitos diferenciais para o seu pet shop. Entre as principais soluções, dá para destacar:

  • xampus e condicionadores para animais;
  • escovas e pentes;
  • produtos de limpeza para orelhas e dentes;
  • produtos antipulgas e carrapatos;
  • areia para gatos;
  • produtos de higiene para roedores.

E mais uma gama diversificada de produtos que vai agregar muito mais valor à sua marca. Só vale destacar que, além de oferecer esses produtos, é importante que os funcionários do pet shop forneçam orientações aos clientes sobre como usar corretamente os produtos de higiene. 

Especialmente, se estiverem relacionados a procedimentos mais específicos, como corte de unhas ou limpeza de ouvidos. 

Aí reside, também, a importância em manter uma seção organizada e bem abastecida com produtos de higiene para facilitar a escolha dos clientes e promover a higiene adequada dos seus respectivos animais de estimação.

Hospedagem

Esse é mais um serviço valioso para os tutores que, diante de uma necessidade de viagem, por exemplo, ou que desejam proporcionar um ambiente seguro e confortável para os pets quando estiverem ausentes de casa. 

Assim, você estabelece uma área com bons recursos de acomodação (com camas e abrigos confortáveis), serviços de alimentação em horários regulares e até mesmo espaços para a recreação, o lazer e o exercício dos seus hóspedes.

Atenção, inclusive, para questões específicas que podem promover ainda mais os seus serviços. É o caso de um serviço de monitoramento de saúde, atividades especiais ou mesmo opções para que os tutores possam monitorar o dia a dia dos seus estimados animaizinhos enquanto estiverem ausentes.

No fim, a hospedagem para pets é uma extensão da responsabilidade que os tutores têm com seus animais de estimação, e é sua responsabilidade (e da sua equipe) proporcionar um ambiente acolhedor e estimulante pode criar uma experiência positiva tanto para os animais quanto para seus proprietários.

Medicamentos

Medicamentos em pet shops, como já mencionamos, é um diferencial que demanda a presença de médicos veterinários no local. No mais, trata-se de uma oportunidade para suprir múltiplas demandas de saúde dos pets, o que inclui suplementos vitamínicos, medicamentos de venda livre e produtos para cuidados gerais de saúde.

Esse é outro ponto que vai demandar cuidados específicos na hora de implementar. O que vai afetar, inclusive, a elaboração do seu plano de negócios para o pet shop e até mesmo a busca por fornecedores para o seu negócio.

Serviços estéticos

Os serviços estéticos, muitas vezes conhecidos como serviços de grooming, são uma parte essencial dos cuidados com os pets. Eles não apenas mantêm a aparência dos animais, mas contribuem para a saúde geral e o bem-estar deles. E você pode fazer toda a diferença com serviços muito bem feitos, como:

  • banho e secagem;
  • tosa e modelagem;
  • higienização bucal;
  • corte de unhas;
  • limpeza de ouvidos e olhos;
  • tratamentos de pele e pelagem;
  • tratamentos de spa;
  • serviços especiais para raças específicas, como tosas para raças de pelo longo ou para pets com a pele sensível.

Vale também ressaltar a importância em ter profissionais bem treinados, com habilidades técnicas sólidas e que saibam lidar com diferentes temperamentos de animais. 

A segurança e o conforto dos pets devem ser sempre prioridade durante esses serviços.

Vestuário

Por fim,confira alguns itens de vestuário que podem fazer a alegria dos tutores e trazer conforto e estilo aos pets:

  • roupas para diferentes estações do ano;
  • bandanas, gravatas e lacinhos, entre outros adereços;
  • óculos de sol e chapéus.
O que fazer para atrair clientes para pet shop
Prosilvestre (RJ), cliente SimplesVet

Mais de 6.700 empresas escolheram
SimplesVet para simplificar a gestão.

Conclusão

E então, deu para perceber o quão importante é a elaboração e implementação de um plano de negócios para o pet shop? É um material capaz de desempenhar um papel fundamental na definição do sucesso e do crescimento sustentável do empreendimento.

No final das contas, ele vai servir como uma ferramenta dinâmica, passível de ajustes conforme as mudanças no mercado ou nas condições internas do negócio.

Para te ajudar com essa missão tão plural, que tal conhecer o SimplesVet? Nossa plataforma de gestão fo pensada para tornar a sua vida suuuuper prática e conveniente.

Sem falar na produtividade, já que muitas tarefas são automatizadas e integradas, garantindo uma comunicação mais direta e transparente entre todas as áreas do pet shop. 

Mas não precisa se guiar somente pelas nossas palavras. Clicando aqui, você pode testar o SimplesVet por 7 dias gratuitamente e tirar as suas próprias conclusões!

Posts relacionados

Receba conteúdos exclusivos sobre o mercado pet

É suuuper simples: basta cadastrar seu nome e e-mail.

"*" indica campos obrigatórios